Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vivências Anormais

Aqui está ele, o meu novo blog (visto que o outro deixou de funcionar). Sempre gostei de escrever e muito mais de ler, por isso resolvi criar algo que eu pudesse partilhar com o resto do mundo. Textos, histórias, fantasias..Venham conhecer!

Vivências Anormais

Aqui está ele, o meu novo blog (visto que o outro deixou de funcionar). Sempre gostei de escrever e muito mais de ler, por isso resolvi criar algo que eu pudesse partilhar com o resto do mundo. Textos, histórias, fantasias..Venham conhecer!

Sem Arrependimentos...

 

Para. Respira. Dá um passo para trás e olha-te ao espelho. És humano. És uma pessoa linda. Aliás, és mesmo muito mais que isso. E, sabes uma coisa? Podes ser aquilo que tu quiseres. Não te odeies porque alguém te partiu o coração, ou porque os teus pais se separaram, ou porque o teu melhor amigo traiu-te ou até porque o mauzão da escola chamou-te gordo e feio. Não te preocupes com as coisas que não consegues controlar. Chora quando é necessário e depois para. NÃO TE AGARRES A MEMÓRIAS DO PASSADO SÓ PORQUE TENS MEDO DE OS ESQUECER! Deixa-as no passado onde pertencem. Esquece as coisas que não valem a pena serem lembradas. E para de tomar as coisas como garantidas.

 

Vive para algo. Vive para ti próprio. Apaixona-te. Desapaixona-te. Apaixona-te de novo. Desapaixona-te de novo. Faz isto algumas vezes até realmente saberes o que é amar alguém. Questiona sobre as coisas. Diz como te sentes realmente. Dorme ao relento debaixo das estrelas. Cria. Imagina. Inspira. Partilha algo maravilhoso. Cria algo lindo e destrói-o. Conhece novas pessoas. Faz alguém ganhar o dia.

 

Mas acima de tudo, segue os teus sonhos. É isso mesmo. Sonha alto e tenta concretizar os teus objetivos. A vida é tua. Vive-a ao máximo. Aproveita-a, porra! Livra-te daquilo que consideras horrível e vive. E, quem sabe, mas um dia destes, talvez quando fores mais velho, tenta olhar para trás... Mas tenta olhar para trás sem qualquer arrependimento

1 comentário

Comentar post